Instaltec Tecnologia em Instalações
  • compromisso
    com a qualidade,

    responsabilidade
    e satisfação

    plena dos clientes

  • Aliando a

    Tecnologia,

    Furukawa e a

    Garantia TIA/ISO

    de Qualidade

    pode ficar

    tranquilo

    sua empresa está

    em boas mãos

  • redes projetadas de

    forma personalizada

    para cada situação.

    a instaltec

    oferece suporte

    a toda as suas

    necessidades

    em redes de

    computadores

NOVIDADES

Página Inicial / Sem categoria /
Tecnologia do MIT transforma sinal de Wi-Fi em energia elétrica

Tecnologia do MIT transforma sinal de Wi-Fi em energia elétrica

16 de maio de 2019

Cientistas criam tecnologia que extrai energia de sinais Wi-Fi

Pesquisadores do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) conseguiram desenvolver uma tecnologia capaz de transformar os sinais de Wi-Fi em energia elétrica. Especialistas da área afirmam que essa tecnologia traz diversas possibilidades, inclusive de dispensar o uso de baterias no futuro.

A capacidade de converter Wi-Fi em energia não é novidade, visto que já existem diversas pesquisas nessa área. No entanto, o que faz o projeto do MIT interessante é a maneira como ele foi desenvolvido. Ele possui um tipo específico de antena que consegue gerar corrente elétrica possuindo apenas alguns átomos de espessura, o que faz com que ele possa ser incorporado a basicamente qualquer tipo de eletrônico.

Nesse estudo, os pesquisadores acoplaram uma antena dobrável a um material semicondutor flexível. Essa antena capta sinais Wi-Fi e outras frequências de rádio e as transforma em uma corrente alternada. Esse fluxo passa por uma fina folha de dissulfeto de molibdênio, onde acontece a conversão em uma corrente elétrica contínua pronta para alimentar baterias recarregáveis ou, diretamente, circuitos eletrônicos. Isto é, o dispositivo não tem bateria, mas captura os sinais de Wi-Fi presentes no local e os transforma, de forma passiva, em corrente elétrica.

Os primeiros testes demonstraram que uma rede Wi-Fi convencional, com frequência de transmissão de 150 microwatts, pode fazer um semicondutor produzir energia de 40 microwatts quando exposto à conexão. É potência elétrica suficiente para manter ligada uma tela de tablet ou fazer funcionar pequenos chips eletrônicos.

No entanto, a capacidade de aproveitamento das ondas de rádio frequência ainda é limitada e não passa de 30% dos sinais expostos. Os cientistas estão trabalhando para aumentar a eficiência na conversão dos sinais e permitir que as novas antenas gerem mais de 10 GHz de sinais sem fio em energia.

Via conselt.com.br