Como posicionar câmeras de segurança no sistema de CFTV

saiba como posicionar câmeras de segurança

O posicionamento das câmeras de segurança, dentro de um sistema de Circuito Fechado de TV, é um fator decisivo para o sucesso do monitoramento. Portanto, é fundamental levar em consideração inúmeros fatores na hora de definir onde os equipamentos serão instalados. Nesse artigo, apresentaremos algumas dicas de como posicionar câmeras de segurança no sistema de CFTV. Confira.

Por que é importante saber posicionar câmeras de segurança?

O chamado sistema de CFTV é a estrutura que possibilita o monitoramento de uma área por meio de câmeras. O Circuito Fechado de TV é a alternativa para quem busca, por exemplo, ter um sistema de segurança eficiente, acompanhar o que acontece nas áreas sob vigilância, prevenir ações de pessoas mal-intencionadas, fazer a vigília constante em áreas de risco e muito mais.

Mas para ter um sistema de monitoramento eficaz, é preciso escolher as câmeras certas para as necessidades do cliente. Ou seja, o profissional deve compreender exatamente qual a demanda e conhecer as tecnologias disponíveis, a fim de que possa montar um projeto compatível com a necessidade.

Nesse contexto, entender sobre como posicionar câmeras de segurança é extremamente relevante, já que as características do ambiente interferem no resultado do monitoramento. Imagine, por exemplo, que o local apresenta muitas pilastras, ou que está exposto às intempéries ou ainda que o local apresenta risco de explosão. Cada local e necessidade, portanto, exigem um planejamento individualizado e capaz de suprir as especificidades que apresentam.

Confira algumas dicas para posicionar câmeras de segurança

A partir de agora, apresentaremos algumas circunstâncias que devem passar por avaliação na hora de definir os locais que servirão de base para as câmeras.

1. Avalie com cautela os ambientes que necessitam de monitoramento

Esse requisito é simples, parece óbvio, mas faz uma diferença gigantesca entender se as câmeras serão instaladas em ambientes internos, em ambientes externos, se haverá monitoramento em ambos os tipos ou, ainda, se a intenção é manter a segurança em ambiente confinado.

A identificação do tipo de ambiente é necessária para avaliar quais os tipos de câmeras mais apropriados, quais tecnologias atendem melhor à demanda exposta.  Ou seja, antes mesmo de pensar no posicionamento, você precisa pensar nas tecnologias que atendem à necessidade do cliente.

Isso é importante especialmente porque os ambientes externos, por exemplo, estão expostos às variações de clima e temperatura, exigindo equipamentos mais resistentes. Além disso, existem soluções que podem suprir essa demanda, como as caixas de proteção.

2. Estude as distâncias entre as câmeras e a central

Um ponto importante, especialmente no caso das câmeras digitais, tem a ver com a distância da câmera para a central de rede. Esse cuidado é necessário, porque os cabos IPs precisam ter um comprimento certo, a fim de manter o desempenho de todo o sistema.

3. Cuidado com a incidência dos raios solares

Outra questão relevante quando o tema é posicionar câmeras de segurança no sistema de CFTV diz respeito à incidência direta dos raios solares. Portanto, preste atenção se a câmera receberá essa incidência solar de forma direta, porque isso pode prejudicar significativamente a qualidade da captação de imagens.

4. Analise todo o entorno, a fim de identificar quais são os principais riscos

O principal pré-requisito para a instalação de um sistema de CFTV é fazer um planejamento preciso. Posicionar câmeras de segurança é uma das etapas dentro desse planejamento. Então, antes de qualquer coisa, faça um estudo de todo o entorno, a fim de que possa identificar as áreas de risco e os locais que precisam ficar sob vigilância.

Isso significa que é essencial reconhecer quais são os ambientes vulneráveis, quais os pontos mais críticos, quais são as prioridades e objetivos, onde estão os obstáculos e tudo mais que fizer sentido dentro da área de atuação do cliente.

A partir da necessidade do cliente e do objetivo do sistema de CFTV, é necessário verificar todos os pontos expostos a qualquer tipo de risco com precisão. E aqui os riscos devem ser entendidos de forma ampla. Não apenas o risco de roubo, assalto, invasão, mas também o risco de a câmera ficar impedida por algum obstáculo, de o sol prejudicar as imagens, de a tecnologia não atender.

5. Dê atenção à altura na hora de posicionar câmeras de segurança

A escolha correta da altura implica em dois fatores. O primeiro deles, a segurança do próprio equipamento, que não deve ficar acessível à ação de vândalos. Por outro lado, a altura precisa também permitir o monitoramento da área pretendida com assertividade.

Além disso, a altura também acarreta na escolha da tecnologia do equipamento, a fim de que ele tenha uma configuração capaz de fornecer boas imagens na distância pretendida. Ou seja, analise com cuidado a altura em que serão instaladas as câmeras.

6. Faça uma avaliação da iluminação da área em todos os turnos

A iluminação é um fator relevante. Então, se você estudará o local pela manhã, lembre-se de considerar a iluminação noturna na hora de definir quais equipamentos utilizar, a fim de garantir a qualidade na captação de imagens.

Outros Artigos

Aviso de Recesso Junino

Estaremos em período de recesso do dia 22 a 25/06.